12 julho 2017

Montanhismo

O meio



Uma tarefa importante para levar a cabo esta missão essencial, que como as dos heróis dos filmes, pode salvar o mundo, é informar-nos devidamente sobre o tema.


 Assim compreenderemos que determinados resíduos são extremamente perigosos, como as pilhas, e que por isso precisam de ser depositadas em contentores específicos desde onde serão enviadas para lugares específicos para o seu reaproveitamento ou destruição.




Também saberemos que o óleo do motor de um automóvel ou uma embalagem de plástico demorarão milhares de anos para desaparecer do lugar onde o deixamos e contaminarão e colocarão em perigo uma ampla parcela natural e a todos os seres vivos que a integram. 




Estes são apenas alguns exemplos, mas existem muitos outros, e conhecendo as consequências derivadas dos mesmos faz com que as evitemos.

A crescente avalanche de aficionados dos diversos desportos que se praticam em plena natureza pode constituir também um perigo para os ecossistemas.






 Como dizíamos no primeiro artigo deste tema, o homem atual procura o ar puro, a beleza e a aventura fora das cidades.  Por isso os desportos de risco e aventura ou o turismo rural estão em assombroso crescimento.



No próximo artigo voltaremos a este tema. Até lá...



Boas caminhadas

28 junho 2017

Montanhismo

O meio




É difícil que uma só pessoa faça algo do abordado no artigo anterior sem alterar completamente a sua vida. 


No entanto, cada um de nós tem centenas de oportunidades diárias para melhorar a situação atual e de colaborar com o nosso pequeno grão de areia para a conservação do nosso mundo e do nosso futuro.



Desde a nossa própria habitação podemos colaborar nessa tarefa de proteção com pequenos detalhes que, repetidos por toda a sociedade, se convertem numa importante operação global em favor da conservação do meio ambiente. 




Para isso apenas temos de economizar um pouco de água, utilizar os contentores especiais de lixo separando os resíduos sólidos urbanos e um sem fim de atos individuais que podem chegar até onde chegue o nosso compromisso.



No próximo artigo voltaremos a este tema. Até lá…


Boas caminhadas

15 junho 2017

Montanhismo



O meio








Sempre que lemos algo ou ouvimos alguém a falar sobre estes temas, sentimos uma desagradável sensação e preferimos pensar que se trata de um fanático ecologista com uma atitude exageradamente alarmista.





Preferimos pensar que esse momento de que ele fala "esse louco" ainda está distante, e que todavia ainda temos tempo para remediar o mal que fizemos e assim continuamos com as nossas vidas sem mudar nada em absoluto.




Mas é certo que todos os dias desaparecem espécies, e desaparecem para sempre, para não regressarem nunca mais. Espécies que os nossos filhos apenas conhecerão através dos livros. A cada dia desaparecem imensas superfícies de florestas que abasteciam de oxigénio a nossa atmosfera.








 A cada ano a temperatura global aumenta. A lista de sucedidos semelhantes é imensa, mas ninguém faz nada.






No próximo artigo voltaremos a este artigo. Até lá...





Boas caminhadas